ESPETÁCULO – MULHER PEIXE

998940_576689582372616_788612599_n1238191_576690119039229_1301667121_n1234603_576690112372563_333741567_n

images-3
SINOPSE

Mané Profecia anuncia um dilúvio pela televisão, isso é o bastante para Mulher-Peixe organizar sua vida em torno da espera pelo final iminente. Enquanto isso, lamenta a falta de água em seus encanamentos, revive momentos tragicômicos de sua infância, trava uma luta por sobrevivência contra o gato da vizinha, sonha… Pensa numa salvação: repetir o feito de Noé lhe parece o melhor caminho para a transcendência.

ÁGUA SECA por Márcio Bá

Mulher -Peixe é tal como reflexo invertido da realidade. É como se as pessoas se vissem no espelho de cabeça para baixo e pensassem – Isso é loucura! – Rindo-se de si mesmos estupefatos com tamanho absurdo. Mas, e se na verdade esse absurdo fizer parte da realidade? Por exemplo, será mesmo tão difícil ocorrer em nossas mentes comuns a ideia de que, ao contrário do que parece, quando estamos assistindo televisão (aquele gracioso e pequeno aquário de sons e imagens), na verdade, estamos nós próprios em um enorme aquário respirando da mesma “água turva com anilina”, de uma estética, uma ética, uma postura, calculada e artificial? Sem nem mesmo nos darmos conta, como insinua a relação da inspetora com sua televisão?

Entretanto, a mulher-peixe quer respirar em águas claras e límpidas. Quer também ser aceita pela sociedade. Mesmo que seu cabelo não contribua para isso. E existe sim uma saída, uma luz. Será que o sistema vai deixar a luz ficar acesa? Continuará tolerante diante de sua desobediência-tributária-mensal?

Talvez possa pagar para ser aceita. Porém não se sabe até quando seus credores a deixarão ser mulher-peixe-pássaro. Podem sempre inventar mais um cano furado, um vazamento para engendrar a bolha do seu desvanecimento.

Enquanto não se decide, o que pode fazer? Pode implicar com o gato, afinal ele quase não lhe sai da cabeça. Ou se emaranhar na rede de suas lembranças e invenções… O ideal mesmo seria se transformar definitivamente nessa tal mulher-peixe que a sua imaginação elege como salvação. Mesmo que para isso tenha que assumir uma dívida cuja dimensão não se pode medir em números. Mesmo que lá no fundo continue a acreditar que um dia virá um milagroso anzol e, num puxão repentino, a resgatará para fora do aquário.

FICHA TÉCNICA

Concepção e criação: Fausto Ribeiro e Monalisa Machado

Atuação: Monalisa Machado

Direção: Fausto Ribeiro

Direção musical e Produção Musical: Márcio Bá e Francis Wiermann

Figurinos: Monalisa Machado e Zezé Cherubini

Cenário: Gabriel Galhardo

Desenho de luz: Gabriel Galhardo e Fausto Ribeiro

Operação de luz: Gabriel Galhrado

Operação de som: Fausto Ribeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s